terça-feira, 16 de agosto de 2011

Respeito Literario



           Críticas, críticas... Até que ponto elas são boas??? 
         As críticas estão aí para nos ajudara crescer. Tem as críticas construtivas, as que que vem de bom grado, para ajudar a enriquecer sua escrita, essas sim possuem um senso verdadeiramente crítico, e há aquelas de mau gosto e sem nenhum fundamento que estão aí apenas para barrar o seu caminho e impedir os seus sonhos. Tem críticas que vão querer derrubar você e você terá que superá-las. Mas simplesmente não tem como não se importar  e dar as costas a esse tipo de crítica, por que ela dói e muito. Até agora não fui afetada por elas, mas dá pra imaginar como deve ser horrível. 

            Por isso, o pessoal da equipe The Burns  deram o início ao movimento :



Movimento Burns em prol do Respeito Literário

Escrever não é uma tarefa fácil. São necessários disposição, criatividade e coragem. Sim, coragem, pois deixar que o mundo veja algo tão particular como alguma coisa de sua autoria pode ser mesmo assustador.
E o que dizer das críticas? Essas quando bem fundamentadas são capazes de promover o crescimento, não só do autor, mas da pessoa em si. Críticas são fundamentais em nossas vidas.
O problema das críticas está quando pessoas que não conhecem um trabalho, ou não o reconhecem, abrem suas bocas para falar mal de uma ou várias obras ou ainda difamar um determinado escritor. Isso é, antes de qualquer coisa, uma falta de respeito.

Uma crítica mal fundamentada pode destruir um sonho.

Somos hoje uma comunidade de quase mil membros reunidos por um interesse em comum: a série The Burns e seus personagens.
Em nosso clã, por exemplo, existem pessoas que não gostam de romances sem um fundo sobrenatural, outras que preferem contos e há ainda aqueles que não curtem temas cômicos. E mesmo com todas as diferenças de gostos, idades e até mesmo localização geográfica, nos tornamos uma grande família, cujo respeito é a parte fundamental e que nos caracteriza. Não é porque não nos identificamos com algo que devemos denegrir a imagem e/ou o trabalho que nos foi apresentado.
E esse é o motivo da campanha: Vamos respeitar o trabalho e o sonho alheio.
 A ideia principal é promover o respeito nessa grande comunidade que é a internet.
Lembre-se: é seu direito não gostar do que é escrito, mas é seu dever respeitar o trabalho alheio.



Edna Martins, Equipe The Burns.

É isso aí, pessoal, estou dentro desse movimento 0/ e vocês?


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Quem você é debaixo dessas cicatrizes?

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management